Uma forma positiva e educada de entender que somos todos fetichistas por Heitor Werneck.
 
  Amo o Heitor e não é puxassaquismo, ele me cativou e ganhou minha amizade e meu respeito não só pela luta que ele faz por nós fetichistas, tanto os mofados azedos de narizes empinados que não gostam dele, como os que estão iniciando e conhecendo tanto o mundo do bdsm como do Fetiche (e sim fetiche não se resume ao bdsm assim como o bdsm não se resume ao fetiche é como falar que submarino é parente da baleia só porque é grande e fica na água). O Heitor é magnífico porque ele recebe todos gostando ou não dele, pois ele é probo. 
  Ele simplesmente quer que todos se sintam livres e soltos para curtirem, gozarem, serem felizes etc... E se ele almeja o bem de todos sem discriminação, então ele merece e sempre merecerá o meu respeito. Agora se você não gosta dele ou de alguém por lá no Luxúria, guarde isso para você, eu não quero saber e deixo bem claro o seguinte, se você não gosta de alguém o problema é inteiramente seu. Não me coloque no meio, não me conte absolutamente nada e não, eu não vou deixar de gostar de alguém só porque você não gosta, isso não é nem infantilismo, é banal mesmo, ridículo!
  Então vamos tirar o peso de nós e vamos nos contagiar com a alegria dele e do Luxúria que eu amoooooo!!!
Fonte e créditos: Pau pra Qualquer Obra

Nenhum comentário :

Postar um comentário