Chorando em silêncio...

Dói se dedicar para alguém, adorá-lo como um ser único, se achar também única. Joguei meus pensamentos mais imundos e pervertidos só para amá-lo, perdi amizades por amá-lo e acreditei em palavras sem provas, em beijos com intensões sexuais, em sonos após o sexo e descobrir singelamente que minha devoção foi em vão. Que não sou o que interessa para ele, e não tenho direito de reclamar, pois sempre estarei errada com algo chamado ciúmes. 

Como isso dói.

Nenhum comentário :

Postar um comentário