Falsidade não é nada mais que falsidade...

Meu dia começou péssimo e terminou pior ainda... Todos meus dias são sexta-feiras 13 até em meu aniversário 21 é 13!!!

Deveria sumir sem dó...

Malditos querem ser superiores a um diploma só porque são donos da casa, isso não significa se comportar como neolíticos, não justifica a não ser a loucura que os rege. Depois de um tempo sentindo tanta dor, parece que estou me acostumando e acabo não sentindo mais nada... nem amor a aqueles que me criaram. Acho que estou oca, vazia, imprestável, como eles dizem, acho que eles estão certos... porca e burra.

Na Bíblia sobre o filho pródigo e o prodígio, não parece tão doloroso como na vida real, para ambos os filhos, deveria rever esta situação.

Sabe o que é saber, JURAR o que não é normal, saber o que faz parte da loucura, da sanidade, da falsidade, da doença mental e não poder fazer nada?!

Não sabes o quanto sofro por saber isso deles, e que a cada dia piora e piora e piora...

Mas meu vazio me teme algo, mesmo assim não me aflijo a este, me mostra que ao olhar para o futuro não vejo mais meu sonho como uma visão em leque sendo meus olhos o pico, me sinto como eles falam, como uma égua, com viseira, só enxergo o reto, meu sonho apenas, não mais me preocupo como seus futuros...

Será que vou pro inferno sendo fria desse jeito? Estou pecando? Seja lá qual for a resposta, perguntei só por perguntar, pois não quero saber da resposta, pois me basta ter a razão de que se for pecado o deles é pior que o meu, não me ferrei sozinha, de qualquer forma eles são os responsáveis por me esvaziar, por me deixar oca, fria, sem nada... Eles que fizeram isso comigo, e não sei por mais que eu queira, não consigo sentir nada, nem dó nem ódio. Talvez não sinta pelo fato de não mais querer perder tempo com algo que não mais vale a pena... Ai onde me entra a controversa do ditado, água mole pedra dura tanto bate até que fura... Eu sou mole e não persisto como a água, não vou perder meu tempo nem minha energia ou fazer algo em que eu acabe me ferrando mais do que já estou ferrada, não sou tão trouxa, ficarei aqui só aguentando as pedradas, sentadinha, pois de pouquinho em pouquinho vou erguendo um muro, se eles quiserem falar comigo, pedir algo, que se sintam a vontade, não sou tão idiota como eles, nem igual ou pior, claro que irei ouvir o que têm a dizer, desde que pule o muro que construir com suas peras, não me importo, e se derrubar o muro, não será a minha pessoa que morrerá esmagada...

Será que essa minha frieza afetará em terceiros que nada têm haver com isso tudo, ou me deixará mais idiota creditando, o que já acredito, que exista pessoas boas, e que eles são os únicos caóticos, insanos, loucos etc, a ponto de acreditar até em novos inimigos?

Acho que usarei as pedras para me isolar do mundo, ... hummm até que não é uma má ideia!

Nenhum comentário :

Postar um comentário