Escola de Vênus

  Quem aqui não conhece o a história do livro escola de vênus, um livro de erótico de 1680 por uma escritora anônima - claro que na época não manter o anonimato especificamente por uma mulher neste caso seria de fato um caos se não algo mais grave. Também conhecido como manual do sexo, o livro considerado atrevido, lascivo e hilário foi traduzido do francês (porque não me surpreendo com isso, tinha que ser os franceses). A literatura libertina não era incomum na época, tanto é que em poesias e tratados literários continhas passagens eróticas e ou provocativas, insinuosas e muitas vezes os mesmos livros era publicados com títulos e capas diferentes para enganar as autoridades que não aprovavam. O livro escola de vênus é um diálogo entre Katherine (Katy) uma bela virgem completamente ignorante sexual (lembrando que o ignorante aqui não é relativo a um insulto), Roger um pretendente pervertido com o intuito de querer mudar isso, mais conhecido também como o amigo do caralho (isso mesmo) e Frances (Frank) a mais experiente parente de Katherine (prima). 
  No começo do livro Frances ensina Katherine a mecânica da ereção, nomes, termos e anatomia sexual e o caminho do falo no percurso do coito como bem dito no livro em todos os detalhes e direto.Na segunda parte do livro Frances cita sobre se o mundo fosse governado por mulheres e os benefícios sociais que ela pode conseguir com o sexo, também menciona sobre os orgasmos femininos, clitóris, e sobre o amigo do caralho de Katy, Roger.
  Já a partir da página trinta e quatro o livro vira praticamente um manual do sexo com ilustrações e descrições das posições.
  A boa notícia é que o Google Books possui este livro digitalizado, as duas má notícias é que não há traduções para o português e que na digitalização não contém todas as imagens eróticas do livro original. 
  O link para o livro no Google Books The School of Venus, você também pode fazer o download do livro se quiser no próprio link do Google.






Nenhum comentário :

Postar um comentário