Ele é culpado por toda minha desconfiança.

Ele construiu todos os detalhes de minha fúria, ele criou o ódio que existe em mim, ele é o genesis de minha raiva, do meu maldito pré(conceito), ele é quem deixa esse sentimento amargo em minha boca, essa minha expressão em minha face é culpa da brasa que ele colocou dentro de meu átrio.

Um comentário :