Escrava que não serve nem suporte de vaso.


  Isso mesmo, não serve também nem pra ser objeto humano menos ainda mobília. E eu que não tenho tanto tempo de bdsm sou tão retrô como elas. Bdsm para a maioria é só sexo, tudo é relacionado a sexo e punição é com o intuito de prazer. 
  "Não se faz escravas como antigamente" eis a frase de um orientador estrangeiro. Ele repudia o bdsm brasileiro. E não é para menos. E você que está lendo discorda, me poupe. Não sou e ninguém é obrigado a fazer parte de sua opinião, o que cito é fato e muitos sabem disso.
  O que chega próximo do bdsm estrangeiro são as Dommes e suas práticas, aparentemente são mais criativas que a maioria dos homens no Brasil. Não falo do Dono de mim, só por ser quem é, mas Ele é probo assim com o Senhor L.L. a Domme Hanna, Nefer, dentre outras e outros ambos poucos e raros, verdadeiros tesouros, relíquias que ao meu ver realmente praticam o bdsm.  

Um comentário :

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu ri muito! É isso mesmo minha flor. Eu rio quando saio em clubes só para a mesma rotina de spank etc, poucos mudam o roteiro. Dá até desanimo de sair pra esses lugares.

    ResponderExcluir